Controle da Acne: veja os alimentos que podem piorar o quadro

Ela é a inimiga número um dos adolescentes e deixa qualquer mulher, e até mesmo homem, louco quando surge, principalmente, no rosto. Estamos falando da acne, um mal que pode ser controlado, contanto que sejam seguidos alguns cuidados diários com a alimentação, hábitos de higiene e tratamentos estéticos.

O Dr. Jardis Volpe, dermatologista membro da Sociedade Americana de Acne e Rosácea, conta que existem diversos graus dessa doença. "Em geral, dividimos a acne em comedoniana, quando estão mais presentes os comedões e cravos, e inflamatória, quando já encontramos aquelas lesões típicas, avermelhadas e com mais inflamação", diz. Ele explica que é de acordo com essa avaliação que se determina o melhor tratamento. "Muitas vezes prescrevemos antibióticos tópicos ou orais para o tratamento da doença. O que se discute hoje nos congressos é o desenvolvimento de uma vacina eficaz contra a bactéria P. Acne, não disponível até o momento", comenta.

Há, ainda, casos mais graves da acne que precisam de uma intervenção maior e, então, os especialistas indicam o uso da vitamina A ácida, a isotretinoína, que é conhecida, principalmente, por seu nome comercial: Roacutan. O medicamento é eficaz, no entanto traz alguns efeitos colaterais para os aderentes, como o ressecamento da boca, olho e nariz, além de poder causar alterações no fígado, má formação fetal (caso a mulher engravide durante o tratamento com o remédio) e ainda a depressão. O Dr. Volpe diz que "a isotretinoína deve ser usada em casos graves, mas hoje muitos pais pedem para usarmos tratamentos alternativos em seus filhos com medo dos possíveis efeitos colaterais".

A alimentação, antigamente, não era vista como algo que ajudava no controle do quadro da acne. Porém hoje as pesquisas mostram uma relação positiva entre a alimentação saudável, com baixo índice glicêmico e antioxidantes, e o controle das espinhas. "A insulina tem um papel inflamatório e parece agravar ainda mais a inflamação e aumentar a severidade da doença", explica o Dr. Volpe, que ainda destaca o papel dos leites e derivados na piora do quadro.

Especialistas americanos classificaram a alimentação como os big five, ou seja, as cinco classes de alimentos que podem influenciar na doença. São elas os carboidratos, os alimentos de leite e derivados, os antioxidantes, óleo de peixe (ômega 3) e os probióticos. Entenda um pouco mais sobre cada um deles.

Carboidratos
O açúcar e os carboidratos vazios – feitos com farinha branca, arroz branco, batata e derivados da cana de açúcar – são grandes inimigos, pois liberam insulina no sangue, podem causar inflamações e, consequentemente, a acne. A banana, melancia e o kiwi também têm alto nínel glicêmico. O melhor é optar pela cereja, maçã ou ameixa.

Leite e derivados
Estudos afirmam que há uma associação de melhora e piora com a ingestão de leite, principalmente com leite integral. A ação acontece por mecanismos hormonais e o aumento do IGF 1, o hormônio do crescimento, que é um outro pró-inflamatório do organismo. Uma alternativa para não perder o cálcio e a vitamina D inserida no leite é o consumo de leite de amêndoas ou o desnatado.

Antioxidantes

O chá verde, alimentos ricos em licopeno, em vitamina C, B3 e zinco, como o brócolis e espinafre, agem no organismo ajudando a reduzir a inflamação causada pela acne. As vitaminas A e C podem ser suplementadas via oral ou em creme.

Óleo de peixe
Ele está presente na sardinha, no salmão, e o ideal é que seja ingerido de 1 a 3g por dia. Sua ação anti-inflamatória tem um impacto positivo nas espinhas.

Probióticos
Eles são as bactérias boas do intestino, pois regulam a inflamação da pele e melhoram a resistência à insulina. Os probióticos podem ser usados em cápsulas ou pela ingestão de um copo de iogurte desnatado diariamente.

Além de ser importante garantir uma boa alimentação, o Dr. Volpe, que é responsável pelo tratamento das espinhas do jogador Neymar, conta que os tratamentos estéticos, como os feitos a laser, ajudam muito na melhora do quadro da acne. O ideal é consultar um dermatologista qualificado para fazer uma análise de sua acne. 



Gostou da matéria?? Então deixe seu comentário, é rapidinho e ajuda muitoooo!

5 comentários:

  1. Adorei a matéria.Isto é muito importante. Devemos ficar atentos. Bjos Celinha

    ResponderExcluir
  2. Para uma pele bem bonita e saudável.

    Gostei muito de ler!

    ResponderExcluir